Estratégias de Custos

Como escolher os fornecedores na hora da compra de insumos agrícolas

Assim como em outros setores do mercado, o produtor do campo precisa se atentar a alguns processos. Manutenção das suas máquinas, plantio, colheita e demais afazeres da sua rotina do campo precisam estar alinhados para garantir a safra. E, dentre essas tarefas, o momento da compra de insumos agrícolas merece cuidado redobrado. Afinal, a falta de produtos pode paralisar toda a operação.

Para assegurar os estoques, é necessário avaliar bem mais que itens como preço do material. Aliás, é importante ter uma boa gestão para que todas as ações no agronegócio fluam muito bem!

Para lhe ajudar, preparamos este artigo. Nele, entre outras coisas, compartilharemos 3 pontos primordiais para você considerar quando for efetuar sua compra de suprimentos para o campo. Continue a leitura e saiba quais são!

Gestão da cadeia de suprimentos: por que é importante na compra de insumos

Antes de saber como escolher os fornecedores na hora da compra de insumos, é preciso entender o que é e como funciona a gestão da cadeia de suprimentos. Conhecida também por Supply Chain, nada mais é que o gerenciamento de uma rede de negócios relacionados ao abastecimento de produtos.

Basicamente, é um conjunto de métodos, etapas e práticas que possibilitam a continuação da operação de produção. Isso se dá por meio do provimento constante de matéria-prima e outros insumos necessários para a fabricação da mercadoria ou, no caso do agronegócio, garantir a colheita.

Em outras palavras, é a área que acompanha um produto, desde o momento em que ele entra na linha de produção até a entrega do mesmo ao cliente final. Inclui, ainda, todo o movimento relacionado aos insumos. Assim, é responsável por comprar suprimentos, elaborar planejamentos de demanda e de fornecimento, ERP, gestão de estoque, logística, fabricação e melhoria constante da produção.

Assim, sem a gestão da cadeia de suprimentos, todas as tarefas envolvidas nesse processo, são realizadas sem foco. A supply chain, inclusive, ganhou ainda mais destaque na Indústria 4.0, onde o compartilhamento de dados possibilita novas opções de fornecimento e decisões mais ágeis.

Como mencionamos, faz parte da gestão da cadeia de suprimentos a compra de insumos para o agronegócio. E, para isso, é indispensável saber como escolher os fornecedores que abastecerão a propriedade.

Pontos de atenção para escolher fornecedores

Mesmo que redução de custos e economia sejam importantes em todos os setores do mercado, nem tudo se resume a preço baixo. A compra de insumos agrícolas deve levar em consideração alguns pontos importantes. Obviamente, o custo-benefício que o insumo oferece é um deles.

Entretanto, não basta apenas focar no insumo. É preciso ter atenção, também, ao fornecedor que irá lhe vender os produtos. Por isso, separamos 3 pontos que devem ser observados na hora de escolher os seus parceiros comerciais. Confira!

1. Qualidade dos insumos e reputação do fornecedor

Para garantir a qualidade da safra, é indispensável o uso de bons insumos. Portanto, na hora da compra, atente-se à marca, à origem, aos pontos positivos que ele oferece. Também, verifique se é efetivo ao que se propõe a resolver, se sua fórmula apresenta tributos que irão otimizar a produção e se é seguro para o meio ambiente. Peça ao representante que mostre cases ou certificações do produto.

Mencionamos, anteriormente, que nem sempre o preço baixo é um critério a ser considerado. Afinal, muitas vezes, o barato sai caro. Infelizmente, é possível encontrar defensivos contrabandeados, adulterados e até mesmo roubados por aí. Estes, provavelmente, terão um valor de compra muito mais em conta que os de procedência garantida.

Esse último quesito nos leva a outro ponto: a reputação do fornecedor. Então, pesquise as empresas que você pretende realizar sua compra. Hoje, é possível, inclusive, descobrir o que outros produtores avaliaram sobre o insumo a ser adquirido, bem como sobre a marca que a fornece.

PLANILHA: AVALIAÇÃO DE  FORNECEDORES DA INDÚSTRIA

2. Logística dos insumos

Esse é um ponto extremamente importante. Afinal, a boa logística agroindustrial é indispensável para que sejam cumpridos os calendários do campo. No que diz respeito à compra de matéria-prima, também. Tanto que em 2020, o setor se viu preocupado com a interrupção na chegada dos insumos vindos de outros países.

Isso porque a pandemia de Covid-19 mostrou ao mercado algo que, mesmo antes da crise sanitária, já era ponto de atenção do agronegócio: a dependência de produtos vindos do exterior. Um exemplo é que o Brasil depende dos químicos importados indispensáveis para a adubação. Se eles não chegam até nosso país, esse processo fundamental para as lavouras fica comprometido.

A logística internacional não é o único ponto de atenção! Aqui mesmo, em solo brasileiro, enfrentamos alguns desafios. Um deles é o fator climático. O período de chuvas impede que caminhões cheguem às plantações em alguns estados, como é o caso do Mato Grosso. Portanto, é muito importante observar se o fornecedor tem condições logísticas para cumprir a entrega do insumo. Verifique se o seu parceiro possui centros de distribuição estratégicos e se a sua frota está composta por caminhões traçados, como é o caso da PETRONAS Lubricants Internacional.

3. Relacionamento com o fornecedor

É importante destacarmos que depender apenas de um fornecedor pode gerar alguns resultados negativos no seu negócio. Então, é sempre bom ter uma gama de parceiros à disposição para evitar sofrer com variações de preços, de disponibilidade e de prazos. Afinal, se um não puder lhe atender, outro conseguirá suprir a demanda.

De qualquer forma, mesmo contando com diversas opções, ter um bom relacionamento com os fornecedores é indispensável na hora de comprar os insumos para o agronegócio. Então, tenha uma relação baseada na honestidade, transparência e confiança. Isso porque, se você obtém resultados positivos na sua lavoura, o seu parceiro também terá um impacto positivo no seu negócio. Ou seja, mantenha uma parceria estratégica.

Muitos fornecedores, para estreitar ainda mais o relacionamento, já oferecem treinamentos e cursos para os colaboradores do campo. Esse processo otimiza a produtividade nas fazendas, além de motivar os profissionais, que estarão mais atualizados. Outro ponto que fortalece o relacionamento e, claro, deve ser analisado na hora da compra de insumos, é a assistência técnica que a empresa oferece.

Para demonstrar a importância desse item, podemos citar como exemplo o relacionamento da PETRONAS com um de seus clientes, a Bom Futuro. Por meio da assistência técnica, a multinacional desenvolveu um produto especial para a empresa e, hoje, faz a diferença no mercado. Confira neste link.

Neste artigo, explicamos alguns pontos que devem ser considerados na hora de comprar os insumos agrícolas. Continue visitando nossa página para receber mais informações sobre o setor. Aproveite e cadastre-se na lista exclusiva Inovação Industrial no Telegram para ficar informado sobre o mercado nacional e as últimas novidades do portal.

Acompanhe o que há de novo na industria também pelo Telegram

Você também vai gostar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
0 %