Lubrificação

[INFOGRÁFICO] Como escolher o melhor lubrificante para motores de máquinas pesadas

Considerados o coração do maquinário pesado industrial, os motores a diesel contam com características e peculiaridades que os diferenciam dos sistemas baseados no ciclo Otto – como motores a álcool, gasolina, flex ou gás.

Mais econômicos, resistentes e com maior torque que seus “irmãos” do Otto, os motores a diesel dispensam a vela de ignição no momento da partida.

A combustão é alcançada por meio de um sistema de alta pressão, fazendo com que o motor seja submetido a níveis elevados de compressão durante seu funcionamento.

São justamente esses níveis elevados de estresse que fazem do motor a diesel um sistema tão peculiar, exigindo um cuidado extra na seleção de peças e insumos que o compõem.

Além da escolha entre o tipo de lubrificantes (mineral, sintético ou semissintético), é importante avaliar o pacote correto de aditivos para cada tipo de trabalho executado pelo maquinário industrial.

Neste artigo, você vai descobrir que pontos observar na hora de escolher o lubrificante para motores de máquinas pesadas da sua indústria.

Conheça o funcionamento do seu maquinário

lubrificação-de-máquinas-industriais

Entenda as exigências e especificações dos sistemas sob o capô de suas máquinas industriais. Nesse sentido, é essencial ter o amplo conhecimento do manual do fabricante, que traz as descrições detalhadas do maquinário, o tipo de lubrificante exigido e o período de troca para o insumo.

Compreender máquinas industriais a fundo é o primeiro passo para a otimização da performance dos equipamentos, trazendo resultados positivos como a redução de custos e o aumento da produtividade da linha.

Graças à indústria 4.0, máquinas pesadas movidas a diesel têm se tornado cada vez mais eficientes. Além de menores, os motores de hoje são totalmente controlados por sensores, com medições online e funcionamento muito mais robusto – trabalhando em níveis elevados de rotação e calor. Todos esses fatores influenciam a escolha do lubrificante correto, exigindo atenção extra da equipe de manutenção.

Observe a viscosidade do lubrificante escolhido (SAE)

A viscosidade é o principal fator que vai gerar o bom funcionamento do seu motor. Classificada pela espessura e mobilidade do filme lubrificante, essa característica é fundamental à proteção do equipamento, fazendo com que a folga entre as peças seja protegida pelo óleo.

Além de gerar economia no consumo de combustível, a viscosidade correta do equipamento garante maior durabilidade de peças e componentes do motor de maquinários pesados, reduzindo o estresse de peças e componentes no médio e longo prazo.

Índices de viscosidade são classificados pela Society of Automotive Engineers (SAE) e levam sempre a letra “w” acompanhada por uma ou duas dezenas (para óleos multiviscosos). Hoje, grande parte das máquinas exige lubrificantes com a classificação de viscosidade 15W40.

Avalie a performance do lubrificante escolhido (API)

Além da viscosidade, é preciso levar em conta a classificação API do óleo escolhido. Criada pelo American Petroleum Institute, a norma avalia a qualidade do lubrificante sob critérios como:

  • desgaste;
  • produção de espuma;
  • resistência à oxidação;
  • desgaste prematuro de peças;
  • proteção do óleo básico.

Certificações API são divididas em subcategorias, sendo a “C” referente à performance do lubrificante em motores a diesel. Óleos API podem variar desde a classificação CA-4 – lançada na década de 30 – à CK-4, divulgada este ano.

Em resumo: quanto “maior” for a letra do alfabeto, mais robusta é a tecnologia aplicada ao lubrificante. Atualmente, a classificação CI-4 é a mais utilizada pelo mercado brasileiro.

Na hora de optar pelo lubrificante, é importante comparar a performance do produto com as especificações do fabricante da máquina, optando sempre pela classificação igual ou superior à do manual. Por exemplo: equipamentos que exigem a aplicação do óleo com a classificação CI-4 podem receber lubrificantes CJ-4, mas não estão preparados para insumos CH-4.

Conheça a realidade de operação do maquinário

Máquinas industriais estão submetidas a três condições extremas de operação:

  • temperatura: pode variar conforme o tipo da indústria e a região onde ela está localizada. Máquinas de uma planta situada em Carajás, no Pará, estarão submetidas a temperaturas mais altas, enquanto equipamentos de uma fábrica de Porto Alegre tendem a operar em temperaturas menores;
  • contaminação: outro fator ambiental que deve ser levado em conta pela indústria. Operações de mineração, por exemplo, estão mais sujeitas à contaminação por poeira e detritos;
  • carga de trabalho: o esforço exercido sobre o maquinário é o terceiro ponto a se considerar. Caminhões que trabalham 24 horas por dia, 7 dias por semana, precisarão de um cuidado maior do que aqueles que circulam apenas no horário comercial.

Esses fatores são fundamentais para a análise do lubrificante correto para cada motor. Nessa hora, a regra é simples: quanto maiores forem os níveis de calor, contaminantes ou carga de trabalho aplicados ao maquinário, mais robusto deverá ser o óleo utilizado.

Para garantir a eficiência e durabilidade do equipamento, a dica é ir além do recomendado pelo manual do fabricante – isso inclui menor intervalo entre trocas e a escolha por lubrificantes 100% sintéticos.

Certifique-se, ainda, de que o óleo escolhido tenha o pacote de aditivos premium com um alto índice TBN – que confere maior durabilidade ao lubrificante.

Opte por lubrificantes homologados por fabricantes de maquinários (OEM)

São os famosos “originais de fábrica”. Produtos que levam o selo Original Equipment Manufacturer (OEM) têm a garantia de marcas consolidadas pelo mercado. A classificação é fruto de uma parceria entre fabricantes de lubrificantes e de equipamentos e envolve uma série de testes de campo, laboratório e controle de qualidade.

Ao utilizar lubrificantes OEM em seu motor a diesel, você garante que o insumo aplicado sob o capô entregará a performance prometida pelo fabricante do equipamento da sua linha de produção.

Aplique lubrificantes de marcas reconhecidas pelo mercado

Essa é a regra número 1 da manutenção industrial. Evite cair na armadilha do “lubrificante genérico para motores a diesel”. Na hora de cuidar do seu equipamento, certifique-se sempre de trabalhar com grandes produtores e marcas consolidadas.

Além de conferirem garantia a seus produtos, fabricantes de renome trazem consigo o know-how industrial, aliado a anos de parcerias com as principais montadoras de peças e equipamentos para a linha de produção.

São empresas que garantem que todo o processo de formulação do óleo confira ao produto final um desempenho de qualidade. Trabalhar com fabricantes reconhecidos é ter a certeza de que as características apresentadas no rótulo do lubrificante são comprovadas.

Saiba por que escolher a linha de lubrificantes para motores a diesel PETRONAS

Tecnologia de ponta

Se escolher lubrificantes reconhecidos pelo mercado é o primeiro passo para a melhor performance do seu motor a diesel, optar pelos produtos PETRONAS é garantia de otimização das peças e componentes do sistema.

Desenvolvidos com aditivos de tecnologia avançada, os produtos da linha Urania trazem ao motor o que há de mais moderno em lubrificação, garantindo mais proteção e desempenho aos sistemas – dos mais simples aos mais modernos.

Equipados com a tecnologia ViscGuard™, os lubrificantes PETRONAS para comerciais pesados têm a viscosidade mantida durante toda a vida útil do óleo, otimizando o funcionamento do motor mesmo em condições severas de uso.

Produtos voltados para cada perfil de indústria

Do transporte de cargas à mineração, cada negócio tem sua particularidade. E a PETRONAS se preocupa com a performance de seus produtos na indústria. Por isso, a marca foca a venda consultiva, com visitas técnicas de especialistas a campo, garantindo que o óleo escolhido se encaixe às especificidades da sua operação.

Durante todo o processo de venda, os consultores PETRONAS se certificam de que o cliente esteja recebendo a melhor solução para a performance de sua indústria – seja pela redução de custos, aumento da produtividade ou pela proteção e longevidade de máquinas e equipamentos.

Agora você já sabe o que fazer na hora de escolher o melhor lubrificante para motores de máquinas pesadas, fale com a PETRONAS e descubra qual é o óleo ideal para a sua indústria!

Você também vai gostar

4 Comentários

  1. Boa tarde meu nome é Mailson dos santos gostaria de tomar um curso pra melhorar os meus serviços pois não tenho condições de pagar e não achamos Desde já agradeço a vcs só Quero aprender mais pra trabalhar 71)36351075 ou 98661075

    1. Olá Mailson, tudo bem?

      Não ministramos cursos referentes a nenhum conteúdo. Apenas disponibilizamos os conteúdos do blog gratuitamente.

      Mas como você viu, a PETRONAS é a patrocinadora do Blog Inovação Industrial e pelo seu interesse demonstrado na empresa, segue uma mensagem do RH para você:

      Somos a PETRONAS, uma empresa apaixonada pelo progresso!

      Para assegurar nosso propósito, estamos constantemente em busca de profissionais que não se contentam em sonhar com um futuro melhor, mas que também trabalhem para construí-lo. É assim que fazemos em mais de 90 países, investindo em tecnologia de ponta e cada vez mais responsável com o futuro do planeta.

      Na PETRONAS, acreditamos que atrair candidatos aderentes à nossa cultura e propósito, é um diferencial competitivo e ao valorizar a diversidade e a inclusão em nossos processos seletivos, enxergamos as diferenças como oportunidades, assegurando uma condição de pleno desenvolvimento para nossos colaboradores por meio de um leque multicultural de experiências que engrandecem nossa empresa.

      Nossa tecnologia nasce dos laboratórios mais avançados do mundo, passa pelas pistas de Fórmula 1, até chegar para o dia a dia de empresas e para a vida das pessoas.

      Quer fazer parte dessa equipe campeã? Cadastre seu currículo em nossas páginas de carreira e fique por dentro de todas as nossas oportunidades:

      https://trabalheconosco.vagas.com.br/petronas

      https://petronas.gupy.io/

      Abraços,

      Equipe Blog Inovação Industrial

  2. Boa tarde meu nome é Mailson dos santos gostaria de tomar um curso pra melhorar os meus serviços pois não tenho condições de pagar e não achamos Desde já agradeço a vcs só Quero aprender mais pra trabalhar 71)36351075 ou 98661075

    1. Olá Mailson, tudo bem?

      Não ministramos cursos referentes a nenhum conteúdo. Apenas disponibilizamos os conteúdos do blog gratuitamente.

      Mas como você viu, a PETRONAS é a patrocinadora do Blog Inovação Industrial e pelo seu interesse demonstrado na empresa, segue uma mensagem do RH para você:

      Somos a PETRONAS, uma empresa apaixonada pelo progresso!

      Para assegurar nosso propósito, estamos constantemente em busca de profissionais que não se contentam em sonhar com um futuro melhor, mas que também trabalhem para construí-lo. É assim que fazemos em mais de 90 países, investindo em tecnologia de ponta e cada vez mais responsável com o futuro do planeta.

      Na PETRONAS, acreditamos que atrair candidatos aderentes à nossa cultura e propósito, é um diferencial competitivo e ao valorizar a diversidade e a inclusão em nossos processos seletivos, enxergamos as diferenças como oportunidades, assegurando uma condição de pleno desenvolvimento para nossos colaboradores por meio de um leque multicultural de experiências que engrandecem nossa empresa.

      Nossa tecnologia nasce dos laboratórios mais avançados do mundo, passa pelas pistas de Fórmula 1, até chegar para o dia a dia de empresas e para a vida das pessoas.

      Quer fazer parte dessa equipe campeã? Cadastre seu currículo em nossas páginas de carreira e fique por dentro de todas as nossas oportunidades:

      https://trabalheconosco.vagas.com.br/petronas

      https://petronas.gupy.io/

      Abraços,

      Equipe Blog Inovação Industrial

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
0 %