Manutenção Industrial

Manutenção preventiva industrial: qual é o impacto da indústria 4.0 neste processo?

A manutenção preventiva industrial garante o aumento da vida útil e da eficiência dos equipamentos. Porém, essa prática vem sendo aperfeiçoada com a ajuda da indústria 4.0, que prevê o uso de inteligência artificial e outras tecnologias para coletar dados e tomar decisões mais precisas.

Em princípio, parece que esses conceitos estão desconectados. No entanto, é a partir da captura de informações que se torna possível fazer um gerenciamento apropriado das manutenções e implementar uma aproximação input e output para aprimorar o fluido de conversação entre humanos e robôs.

Como esse assunto é complexo, criamos este artigo para explicar melhor essa relação. Continue lendo!

O que é a manutenção preventiva industrial?

O método preventivo é um dos tipos de manutenção existentes na planta industrial, sendo considerado um dos mais importantes. Sua ação consiste no planejamento e na sistemática de revisão, controle e acompanhamento da vida útil dos equipamentos. Sua frequência é periódica e tem o propósito de diminuir ou evitar falhas nas máquinas.

Apesar de existirem outros métodos de manutenção industrial, o preventivo traz uma série de vantagens, como:

  • identificação antecipada de problemas e defeitos para garantir a integridade dos equipamentos;
  • prolongamento do ciclo de vida útil das máquinas;
  • aumento da disponibilidade de tempo para pesquisar e analisar novas peças;
  • redução dos gastos com manutenção, já que a resolução de imprevistos gera mais custos para o negócio.

Quais são as principais tecnologias aplicadas na indústria 4.0?

Os benefícios da manutenção preventiva industrial são aperfeiçoados com a ajuda da indústria 4.0. Isso acontece porque a chamada 4ª Revolução Industrial vai muito além dos trens, do segmento têxtil ou da automação. Na verdade, refere-se ao uso da inteligência artificial para coletar e interpretar dados.

Na prática, isso significa que as máquinas se tornam capazes de tomar decisões e providenciar assistência técnica, por exemplo, por meio de avisos quando alguma funcionalidade está fora do comum. Além de oferecer mais transparência à comunicação, esse processo também assegura melhoria da eficiência. Essas vantagens são derivadas principalmente do uso das seguintes ferramentas.

Internet das Coisas (IoT)

A IoT é um dos principais vieses da indústria 4.0, inclusive para aplicação na manutenção preventiva. A ideia é estabelecer um fluxo de dados contínuo dos ativos para os servidores. Por meio de sensores como vibração, temperatura e condutividade, as informações são transmitidas a outras fontes: por exemplo, um software de gestão. Isso permite processar, agregar e analisar as ações para identificar falhas e demandas.

Business Intelligence (BI)

O BI é voltado para a análise e a visualização de sinais digitais com a ajuda de algoritmos preditivos. Na manutenção, as applications programming interfaces (APIs) podem ser usadas pelo setor de operações como um ambiente específico para o usuário. Assim, a coleta de dados, estruturados ou não, é facilitada e leva à obtenção de insights valiosos.

Big Data

O Big Data é o termo que se refere à coleta, ao armazenamento e à interpretação de dados em um processo que ocorre com a ajuda de softwares de alta performance. Com as informações obtidas, é possível obter insights valiosos, que contribuem para uma tomada de decisão acertada. Na manutenção, a ferramenta é utilizada para identificar problemas antes da interrupção do trabalho.

Um exemplo é a GEMÜ, fabricante de válvulas e componentes de automação, que utiliza a tecnologia para monitorar o desempenho e substituir componentes antes da falha. Desse modo, a eficiência é aprimorada.

Inteligência artificial (AI)

Essa tecnologia consiste em fazer as máquinas pensarem parecido aos seres humanos. Isso acontece pela implementação de sensores nas máquinas da produção, que fazem leituras e coletam dados durante o processo de funcionamento. As informações são encaminhadas para um computador, que as interpreta e apresenta soluções embasadas na inspeção geral para evitar quebras e erros.

Qual o impacto dessas tecnologias na manutenção preventiva industrial?

As opções apresentadas anteriormente evidenciam que os benefícios são visualizados em diferentes tipos de negócio, inclusive na manutenção preventiva. Para ter uma ideia, um estudo da Deloitte indica que estratégias ruins são capazes de reduzir a capacidade produtiva geral de 5% a 20%. As interrupções do serviço não planejadas custam 50 bilhões de dólares por ano.

Porém, esse contexto deve mudar. Com a introdução das tecnologias da indústria 4.0 na manutenção, as empresas alavancam seus resultados e aprimoram suas rotinas operacionais. Por isso, os principais impactos verificados na manutenção preventiva da indústria estão apresentamos abaixo. Confira!

Monitoramento em tempo real

As tecnologias da indústria 4.0 facilitam a disponibilização e o processamento da informação, que é fornecida em tempo real. A visualização de dados é possibilitada em diferentes dispositivos, como smartphones e computadores, desde que tenham acesso à internet.

Análise de dados

Uma série de regras personalizadas pela indústria são utilizadas para fazer a análise de dados. A configuração pode ser feita por técnicos de manutenção, especialistas em processos ou planejadores da produção — em outras palavras, a plataforma se adapta às suas necessidades, não o contrário.

Um exemplo é a criação de parâmetros para que a máquina acione automaticamente a manutenção quando determinado incidente ocorrer, como é o caso do uso do equipamento por X horas. A informação é encaminhada ao responsável por meio de um ticket, que apresenta as principais informações sobre o assunto. A equipe trabalha para fazer a manutenção e, assim que finalizar o processo, encerra a solicitação.

Controle a distância

A dinâmica da indústria 4.0 é diferente e permite fazer o monitoramento à distância com a ajuda de dispositivos móveis. Basta inserir diferentes atributos na manutenção para prever falhas de maneira antecipada por meio dos sistemas específicos para essa finalidade.

Em qualquer um dos casos, fica claro que a máquina indica quando há algum problema ou quando precisa passar por manutenção. Dessa maneira, o trabalho do setor é otimizado e alcança maior eficiência, entre outras vantagens, como veremos em seguida.

Quais são os benefícios dessas tecnologias para a indústria?

A manutenção preventiva é beneficiada de maneira significativa pela indústria 4.0. Mais que identificar a necessidade de fazer os procedimentos adequados, essa é uma forma de coletar dados, que ajudarão a tomar decisões acertadas, inclusive sobre a compra de equipamentos e peças, e aumento da vida útil das máquinas.

Veja abaixo quais são os benefícios alcançados com as tecnologias da 4ª Revolução Industrial.

Precisão na análise de falhas

Os dados fornecidos pela indústria são mais precisos e garantem um diagnóstico preciso sobre as falhas dos equipamentos. As empresas têm acesso a plantas inteligentes das fábricas e conseguem fazer o monitoramento a distância e em tempo real. Essa característica acelera a identificação e a solução de falhas para reduzir o tempo de interrupção por defeito.

Aumento da produtividade

A adoção das novas tecnologias na indústria aprimora a qualidade do serviço de manutenção e aumenta a produtividade da equipe. É mais fácil programar as ações e evitar atrasos e imprevistos, assim como aperfeiçoar a segurança das máquinas e melhorar sua vida útil.

Melhoria da gestão da manutenção

O uso de sistemas especialistas favorece a geração de dados importantes do processo, que possibilitam controlar as atividades realizadas, os materiais consumidos, os serviços prestados e outras informações que compõem o histórico do equipamento. Esses insights levam à melhoria do planejamento das manutenções e de investimentos. Ao mesmo tempo, há facilidade à gestão operacional e redução de custos e desperdícios pelo acréscimo de eficiência.

Em suma, a manutenção preventiva industrial sofre vários impactos derivados da indústria 4.0. Apesar de muitas fábricas no Brasil ainda estarem iniciando o processo de automação, torna-se imprescindível acelerar o progresso e implementar as novas tecnologias. É assim que a empresa conquistará vantagem competitiva e melhorará seu fluxo de trabalho.

Gostou de compreender melhor como a 4ª Revolução Industrial contribui para o trabalho de manutenção preventiva industrial? Aproveite para saber o que esperar da indústria 4.0.

Powered by Rock Convert

Você também vai gostar

2 Comentários

  1. venho através desta tão conceituada empresa para fazer parte do seu quadro de funcionários.

    1. Olá,

      vamos encaminhar os seus dados para o setor responsável.

      Obrigado pelo interesse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
0 %