Manutenção Industrial

Saiba a diferença entre manutenção de rotina e parada de manutenção

Há algum tempo, a rotina de cuidados deixou de ser um trabalho resumido a intervir apenas quando um equipamento tivesse dano. Hoje, ela é indispensável para qualquer indústria. Tanto que existem alguns tipos dessas revisões e todos colaboram para melhores resultados. Mas, no dia a dia de uma lavoura, ouvimos falar bastante em manutenção de rotina e parada de manutenção.

Você sabe a diferença entre os dois conceitos? Neste artigo, explicaremos um pouco sobre a distinção entre os tipos de manutenção citados. Além disso, traremos alguns dados que corroboram acerca da importância dessa rotina de cuidados com o maquinário. Continue a leitura e saiba mais!

Diferença entre manutenção de rotina e parada de manutenção

Quando falamos em manutenção, logo nos vêm em mente falhas ou defeitos. Porém, nem sempre uma rotina de cuidados tem a ver com o colapso. Até porque, a maioria delas é focada, justamente, em evitar que isso aconteça.

Existem alguns tipos de manutenção, porém, aqui queremos abordar a diferença entre a manutenção de rotina e a parada de manutenção. Para que seu entendimento seja mais fácil, separamos este conteúdo em duas etapas, como você vê na sequência.

Manutenção de rotina: o que é

A manutenção de rotina, ou preventiva, é a ação de olhar, examinar, verificar um equipamento, com o objetivo de encontrar possíveis danos ou situações de potenciais problemas. Ela é realizada em determinados períodos ou intervalos de tempo que são pré-determinados pelo gestor. Ou seja, é a análise para saber se as condições técnicas da máquina estão em perfeito estado.

São exemplos de manutenção de rotina a detecção e identificação de defeitos pequenos nas peças dos equipamentos, a verificação do sistema de lubrificação, as trocas de óleo e constatação de falhas de ajustes. Além disso, a responsabilidade por esses serviços não é somente da equipe de manutenção, mas todos os operadores dos equipamentos devem ficar atentos à normalidade do funcionamento.

Vantagens

São muitas as vantagens desse tipo de manutenção. O primeiro exemplo é o aumento da eficiência operacional. Com ela, indicadores de desempenho, como o Tempo Médio para Reparo (MTTR) e Tempo Médio entre Falhas (MTBF) tendem a diminuir. Isso quer dizer que as máquinas funcionam por mais tempo e quebram menos.

Outro benefício é a redução significativa de custos que esse tipo de manutenção pode promover. Primeiramente, porque diminui o impacto causado por máquinas paradas, pois os serviços são programados para os intervalos de produção. Segundo porque reduz a quantidade de peças e insumos comprados em situação de emergência, ou seja,o nível do estoque se mantém dentro do esperado. Além disso, com os equipamentos sem falha e a manutenção de rotina em dia, a vida útil das máquinas e equipamentos é estendida.

Parada de manutenção: o que é

Esse é o nome que se dá ao conjunto de intervenções, corretivas, preventivas e preditivas, que precisam ocorrer em um intervalo de tempo pré-determinado. Tem a finalidade de realizar a manutenção em equipamentos, sistemas e máquinas que não podem ser paradas no período da safra. Isso porque o agronegócio tem que estar pronto para quando a janela de colheita e plantio abrirem.

Cada tipo de parada de manutenção tem particularidades no que diz respeito ao prazo, complexidade do serviço e recursos necessários. Além disso, na parada de manutenção trabalham diversas equipes como manutenção, operação, inspeção, engenharia e até compras. Para realizar cada uma dessas pausas, são levados em consideração três itens:

  • histórico:analisa-se a duração e atividade das paradas anteriores para mensurar o tempo de realização da nova;
  • quantidade de tarefas e serviços: conforme esse fator, mede-se o período para o fim da parada;
  • necessidade de produção: reduz o máximo de tempo para não atrapalhar a fábrica.

Tipos de paradas

As paradas de manutenção são divididas em dois grupos:

  • parada programada geral: que pode ocorrer a cada semestre, tendo um período de planejamento maior. Nela, todos os equipamentos de certa linha devem estar disponíveis para os cuidados;
  • parada programada parcial:elas são indicadas para processos de produção contínuos. Isso porque esse tipo realiza paradas por setores, interferindo pouco nas etapas de produção.
Planilha de Manutenção Industrial

A importância da manutenção industrial

Para falar da importância da manutenção de rotina e parada de manutenção, nada melhor que mostrar alguns dados mundiais. Os primeiros são do estudo Operations & Maintenance Best Practices, que mostra que nos EUA, a manutenção preditiva permite uma economia de 30-40% (em comparação com a manutenção corretiva), e de 8-12% (em comparação com a manutenção preventiva).

No que diz respeito às dificuldades encontradas, podemos citar o estudo Digital Industrial Revolution with Predictive Maintenance. O primeiro dado que chama a atenção é que 93% das empresas entrevistadas disseram que consideram seus processos de manutenção não muito eficientes. Também, apresentam como os pontos críticos principais:

  • o tempo de inatividade (downtime) não planejado e a manutenção de emergência (90%);
  • envelhecimento da infraestrutura e tecnologia de TI (88%);
  • a integração de ativos modernos e a análise de dados (76%);
  • a obtenção de dados de ativos (40%);
  • a conexão de ativos antigos e a obtenção de dados (29%);
  • os ciclos de manutenção (24%);
  • a união de ativos em locais remotos (24%);
  • a monitorização de ativos em tempo real (22%);
  • a colaboração com fornecedores (20%).

O estudo The 2020 State of Industrial Maintenance Report também traz alguns números importantes. Segundo ele, 60% das empresas associam a manutenção preventiva a uma melhor produtividade, e mais de 60% a uma diminuição do downtime e maior segurança. Ainda, fala que 80% das empresas associam um sistema de gerenciamento de manutenção computadorizado (CMMS) a um maior rendimento do trabalho. E mais de 50% pensa que a manutenção preditiva é a melhor estratégia para diminuir o downtime e reduzir a probabilidade de falha, mas a Manutenção Centrada na Confiabilidade (RCM) é o que proporciona a melhor eficácia global dos equipamentos.

Então, a manutenção, indiferente de qual tipo seja, contribui para que a empresa obtenha melhores resultados, no que diz respeito a custo de produção, disponibilidade e prazo de entrega. Além disso, está atrelada à saúde do colaborador, pois com uma rotina de cuidados, há menos chances de acidentes com o maquinário.

Neste artigo, você viu a diferença entre a manutenção de rotina e a parada de manutenção. Para saber mais sobre esses assuntos, temos uma seção sobre Manutenção Industrial aqui no Portal. Acesse e saiba mais! E para receber conteúdos em primeira mão, cadastre-se em nossa lista no Telegram.

Acompanhe o que há de novo na industria também pelo Telegram

Você também vai gostar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
0 %