Lubrificação

Hidrobak FR 46: o fluido hidráulico ideal para temperaturas elevadas

A escolha de bons fluidos hidráulicos tende a fazer muita diferença em diversos segmentos da indústria. Afinal, os impactos sobre a produtividade também se relacionam com o desempenho obtido. Nesse contexto, o PETRONAS Hidrobak FR 46 e toda a  linha PETRONAS Hidrobak FR se destacam como boas opções.

Pensando nisso, preparamos esse estudo de caso. Ao longo do texto, mostraremos quais resultados esse produto oferece e por quais razões é indicados em contextos específicos — veja como ele pode melhorar a performance de uma indústria. Boa leitura!

Como funciona a linha PETRONAS Hidrobak FR?

A linha de fluidos PETRONAS Hidrobak FR passa por rigorosos testes, que medem a resistência ao processo de oxidação e expõem o lubrificante a condições extremas.

O objetivo é mensurar quanto tempo é suportado até chegar ao parâmetro que atua como limite de operação. Eles também alcançam um elevado desempenho no teste RPVOT (Rotating Pressure Vessel Oxidation Test).

Como os fluidos têm a base de éster orgânico, podem ser aplicados em operações com elevadas temperaturas, porque não propagam a chama.

Portanto, a principal vantagem da linha é estar listada no guia de produtos da FM Approval — uma certificação mundialmente reconhecida para produtos e serviços ligados à prevenção industrial.

Em suma, são lubrificantes com bases parafínicas, que são aditivadas em sistemas de circulação e também funcionam como fluido para circuitos dinâmicos. Suas principais características são:

  • elevado índice de viscosidade;
  • baixo ponto de congelamento;
  • propriedades antiespumante, anticorrosiva e antiferrugem;
  • compatibilidade com os elastômeros mais comuns.

A linha PETRONAS Hidrobak FR é funcional para circuitos hidrostáticos e hidrodinâmicos. Ela é indicada para lubrificação a banho ou de circulação de óleo de inúmeros componentes mecânicos, como rolamentos planos ou de rolos.

Também é adequada aos sistemas do tipo AGC, que são frequentemente utilizados em equipamentos hidráulicos do setor siderúrgico.

Como o PETRONAS Hidrobak FR 46 melhorou o desempenho de uma usina siderúrgica?

A indústria siderúrgica sempre demonstrou a necessidade de contar com fluidos semelhantes aos da linha PETRONAS Hidrobak FR, mas eram poucas as opções disponíveis para esse tipo de aplicação.

A partir disso, obteve-se o entendimento de que era imprescindível desenvolver um lubrificante com bom desempenho nesses usos.

A compatibilidade desse fluido hidráulico com os principais produtos foi comprovada por meio da metodologia definida pela ASTM (American Society for tests and materials).

Para isso, realizou-se um teste cego com os clientes a fim de verificar, em laboratório, qual lubrificante que, mesmo misturado, não apresentaria características diferentes, e o PETRONAS Hidrobak FR 46 alcançou uma boa performance.

Para se ter ideia, duas grandes empresas siderúrgicas misturaram os produtos e o resultado de RPVOT de todas as misturas se manteve dentro do mesmo padrão e ordem de grandeza, o que garante uma segurança absoluta.

Case de sucesso: como o agronegócio ganhou performance com PETRONAS Hydraulic 68

Depois de ter sua eficiência testada por duas referências do mercado, o PETRONAS Hidrobak FR 46 também passou por uma bateria de avaliações de campo.

Na primeira delas, separou-se um equipamento e um óleo comum foi substituído pelo produto da PETRONAS, cuja vida útil foi acompanhada para entender eventuais mudanças de características. Após a utilização, os traços foram mantidos dentro dos níveis recomendados pelo período de trocas, definido pelo fabricante.

No segundo teste de campo, não houve uma definição de um equipamento específico, mas ocorreram várias análises do processo durante um ano, com monitoramento do comportamento da mistura, que atingiu os níveis esperados de desempenho.

No último deles, o fluido foi testado no período de mil horas em equipamentos móveis, como carregadeiras que removem escórias. Nesse caso, foram levados em conta a viscosidade, a acidez e o ponto de fulgor, que tiveram a vida útil esperada.

Por que contar com a linha PETRONAS Hidrobak FR em seu negócio?

Além de ter passado por várias experiências e ter sua eficácia atestada por certificações e entidades competentes, a linha PETRONAS Hidrobak FR é indicada para equipamentos particularmente expostos ao perigo de incêndio, formulado com bases sintéticas constituídas de éster-orgânicos.

Quando foi testado em uma carregadeira CAT 938, o fluido permaneceu no sistema por mais de 1000 horas, sem alterar a operação do equipamento. Nesse teste, os controles — emissões, consumo de combustível e reabastecimento do óleo — foram mantidos nos níveis considerados normais. Amostras coletadas durante a vida útil do óleo indicaram que suas características ficaram estáveis durante a operação.

Ele também é vantajoso por apresentar ponto de combustão maior do que o de produtos convencionais, porque tem ótima lubricidade e um índice bastante alto de viscosidade. A boa demulsibilidade e outras propriedades fazem com que ele não produza vapores tóxicos em temperaturas elevadas.

Seu uso se aplica a equipamentos como laminadores, fornos e coqueiras ou em ambientes com a presença de agentes de chama explosiva — respingo de solda e centelhas elétricas, por exemplo. Sua manipulação, não requer precauções além das que são normalmente exigidas em relação aos óleos minerais. Os melhores elastômeros para usar com esse fluido são:

  • nitrílico 88 NBR 101;
  • nitrílico 72 NBR 90;
  • silicônio 78 ACM 361;
  • acrílico 78 ACM 361;
  • fluorcarbono 83 FKM 57.

Qual é a importância da FM Approval?

Conforme mencionado nos tópicos anteriores, a FM Approval é uma certificação mundial que é dada a produtos e serviços voltados à prevenção de perdas em sistemas industriais.

Além de contar com o respeito internacional, a linha PETRONAS Hidrobak FR está listada no Approval Guide. Esta é uma lista que conta apenas com itens que foram aprovados segundo rígidos critérios e avaliações práticas.

Portanto, mais do que a aprovação técnica da FM Approval, o lubrificante sintético é condizente com as informações veiculadas em sua ficha técnica e se saiu muito bem nas verificações de miscibilidade com os óleos anteriores. Além disso, ele também teve ótimo desempenho nos testes de campo aos quais foi submetido.

Enfim, o PETRONAS Hidrobak 46 e toda a linha PETRONAS são excelentes alternativas para a aplicação em altas temperaturas e em operações com elevado risco de incêndio, seja pela proximidade das fontes de calor, seja pela pressão ou pelos vazamentos.

E então, gostou do conteúdo? Se você quer contar com a linha PETRONAS Hidrobak FR  para melhorar os resultados de sua produção, entre em contato!

Você também vai gostar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
0 %