Estratégias de Custos

Sustentabilidade na cadeia de suprimentos: como aplicar na sua indústria?

O custo deixou de ser o único fator a ser levado em conta quando falamos em supply chain. Valores, como a sustentabilidade na cadeia de suprimentos, também são uma questão bastante visionada pelas indústrias e pelo agronegócio.

O termo “sustentável” vem do latim sustentare (sustentar; defender; favorecer, apoiar; conservar, cuidar) e seu conceito é bastante complexo. Resumidamente, é a condição de um processo ou sistema que permite sua permanência por um determinado prazo. Deve conseguir se relacionar com questões sociais, energéticas, econômicas e ambientais. Tanto que é muito utilizado para definir a capacidade do ser humano de interagir com o mundo e de preservar o meio ambiente e seus recursos naturais, para deixá-los às gerações futuras.

Quando falamos em supply chain, a sustentabilidade vai além do aspecto fiscal e ambiental. Ela também envolve a relação com fornecedores, observando os seus níveis de satisfação, além de considerar questões éticas e de integridade.

Se você quer entender mais sobre a sustentabilidade na cadeia de suprimentos, além de saber como aplicá-la na sua indústria, continue lendo este artigo. Além dessas informações, mostraremos os benefícios dessa prática.

Confira a importância da sustentabilidade na cadeia de suprimentos

A sustentabilidade na cadeia de suprimentos vai além dos processos de gestão, englobando, inclusive, a logística, armazenamento, transporte, distribuição e logística reversa. Ela considera também o impacto social e ambiental que a supply chain pode proporcionar.

Se você está se perguntando, como trazer esse conceito para o seu agronegócio, saiba que é possível. Uma das formas é trabalhando a inovação, por meio de pesquisa e desenvolvimento de produtos e serviços que possam melhorar rotinas, desde o campo até a produção. Também, buscando materiais que visam a evitar o desperdício e possam ser aproveitados em sua totalidade. Assim como novas tecnologias menos poluidoras e que não causam impacto ao meio ambiente.

Agricultura de Precisão

Citamos, acima, a logística reversa, que é o processo de recolher as embalagens e outros materiais após o consumo e, então, destiná-las como insumo para outras ações de valor para o mercado. Assim, não há descarte ou desperdício desses produtos. Essa prática é sustentável e de grande importância em vários aspectos.

Veja o exemplo do agronegócio: para realizar o plantio, colheita, estoque e armazenagem, transporte, até o consumo do produto final, uma série de insumos e embalagens são utilizados. O descarte correto desses itens é motivo de preocupação, tanto em questões sociais, quanto ambientais. Aplicando a logística reversa, é possível disponibilizar pontos de coletas desses materiais e, dessa forma, garantir a destinação correta, como a reciclagem.

Em todo esse processo, você precisa contar com sua rede de fornecedores e distribuidores para fazer acontecer esse fluxo. Esse foi apenas um exemplo de como é importante criar um relacionamento sustentável entre os membros da cadeia de suprimentos.

Confira os benefícios da sustentabilidade na cadeia de suprimentos

A sustentabilidade na cadeia de suprimentos traz benefícios não só para o produtor, mas para todos os envolvidos. Incluindo os consumidores. No caso do gestor do agronegócio, poderá obter melhor custo-benefício e maior eficiência no uso dos recursos, visto que muitos materiais e insumos para o campo já proporcionam isso.

Também, com a utilização de inovações corretas, poderá ter uma maior eficiência, gerando economia energética e de água. Inclusive, como mencionamos, há diversas tecnologias que, além de melhorarem a performance do setor, ajudam a diminuir o impacto ambiental, levando a uma agricultura sustentável.

Outra vantagem é que os produtos e o seu negócio terão uma promoção positiva perante os stakeholders. Hoje em dia, esse é um fator de decisão de compra, tanto para as redes de distribuição quanto para o consumidor final.

Suprimentos na era da transformação

Como você pôde perceber, a sustentabilidade na cadeia de suprimentos também traz benefícios, também, para o público final e para a comunidade. Isso porque, se todo o sistema tem ações sustentáveis, há diminuição de impacto ambiental e social.  Além disso, proporciona mais economia de recursos naturais, como a água, que poderá ser reutilizada em diversos processos.

Pontos importantes, como a redução da emissão de gases de efeito estufa, poluição da água, do ar e do solo, também são destaques. Mas, como falamos, a sustentabilidade não envolve apenas questões ecológicas. Se adotada, também fortalece a inclusão social, por meio da criação de oportunidades de negócios, assim como emprego para pessoas desfavorecidas.

4 dicas para aplicação de uma cadeia de suprimentos sustentável

Agora que você viu a importância e os benefícios que a sustentabilidade na cadeia de suprimentos pode gerar, mostraremos 5 dicas para adotar uma supply chain mais sustentável.

A primeira dica, claro, é estudar e se informar mais sobre como a sustentabilidade pode causar um impacto positivo no seu negócio. Aqui no Inovação Industrial, temos diversos conteúdos sobre esse assunto. Também, ofereça treinamentos a seus colaboradores para que eles possam estar por dentro da nova realidade, além de ficarem preparados para a mudança. Agora, confira outras dicas para colocar em prática a sustentabilidade no seu agronegócio.

  1. Mapeie a cadeia de suprimentos: documente, esquematizando todas as informações do produto, assim como o fluxo de caixa. Faça esse processo de ponta a ponta, do início ao fim.
  2. Segmente sua cadeia de suprimentos: faça a separação com base em três quesitos: produto ou serviço, clientes e forma de entrega. Cada uma dessas divisões terá suas variações quanto aos processos, desempenho e expectativas.
  3. Mensure seus processos:ao adotar ações e soluções sustentáveis, verifique continuamente, e de forma quantitativa, se seus métodos estão dando os resultados esperados. Envolva seus fornecedores e clientes.
  4. Não se esqueça do planejamento: tenha suas metas e objetivos estabelecidos, documentados e compartilhados com todos os envolvidos. Isso vale tanto para os colaboradores, quanto para seus parceiros.
  5. Divulgue resultados: compartilhe com sua equipe como seu negócio vem colaborando com os aspectos sociais e ambientais. Também, não se esqueça de divulgar ao mercado as suas práticas, para mostrar a sua cultura sustentável.

Neste artigo, você pôde ver como é importante a sustentabilidade na cadeia de suprimentos do seu agronegócio. Também recebeu algumas dicas de como aplicá-la. Se quiser receber mais dicas e conteúdos em primeira mão, inscreva-se no nosso Canal no Telegram.

Acompanhe o que há de novo na industria também pelo Telegram

 

Você também vai gostar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
0 %