Lubrificação

Como PETRONAS Gear MEP ajudou a superar condições extremas da mineração

Para qualquer gestor de manutenção, o cenário ideal é aquele onde os equipamentos possam operar sem apresentar problemas e, quando esses aparecem, são facilmente resolvidos. Na verdade, esse padrão pode ser alcançado. Para isso, um bom planejamento de rotinas preditivas e preventivas, aliado a um plano de lubrificação adequado, são indispensáveis.

Na atividade mineradora, esses cuidados podem ser muito mais importantes que em qualquer outro setor da indústria. Por ser uma atividade exercida em locais remotos, nem sempre o reparo é realizado com a agilidade necessária. Esse segmento, também, está sujeito a uma série de fatores bastante agressivos. Além da alta carga a qual os equipamentos são submetidos, a poeira presente e, inclusive, gerada por algumas máquinas, pode ser um elemento-chave na depreciação dos ativos.

Neste artigo, você conhecerá o caso de uma grande mineradora brasileira que conseguiu superar essas condições. Dessa forma, conseguiu fazer com que seus britadores chegassem à marca de 2.400 horas de trabalho ininterrupto. Continue a leitura e entenda o papel do PETRONAS Gear MEP nesse desempenho. Acompanhe!

Transmissão: um dos principais pontos de lubrificação da indústria

A transmissão está presente em diversos segmentos da indústria e tem papel fundamental na produtividade. Não à toa, é sempre listada como uma das prioridades das equipes de manutenção. Isso porque problemas nesse sistema podem causar sérios acidentes, sem falar nos prejuízos. Possíveis danos nas válvulas e correias são muito mais custosos que a prevenção e troca do fluido, no momento adequado. Portanto, a escolha do insumo correto é imprescindível quando se trata de se manter as operações e garantir um melhor custo-benefício.

Ao definir o insumo que será utilizado na transmissão, verifique se ele foi aditivado com propriedades contra oxidação, corrosão e se suporta o trabalho em altas temperaturas sem comprometer o desempenho. É indicado também que possua baixa viscosidade. Assim, mesmo em climas frios, o óleo tem uma boa circulação por todos os componentes.

Conheça o lubrificante que ajudou a superar os desafios da atividade mineradora

Próprio para os redutores e caixas de transmissão, o PETRONAS Gear MEP é um fluido premium, indicado para engrenagens. É formulado a partir de óleos básicos minerais de alta qualidade. O pacote de aditivos o torna uma solução ideal para a utilização em caçambas, escavadeiras de rodas, dragas, lavadores, clarificadores e britadores da indústria da mineração.

Como todos os produtos PETRONAS, o Gear MEP foi submetido a diversos testes que comprovam sua qualidade e eficácia nesses sistemas. Desta forma, possui as especificações:

  • Fives Cincinnati Machine Gear; 
  • David Brown S1.53.101; 
  • ISO 12925-1 CKC/CKD; 
  • GM LS 2 EP Gear Oil;
  • DIN 51517 Parte III; 
  • AGMA 9005-E02; 
  • U.S. Steel 224.

O fluido, também, tem excelente resistência à formação de borras, o que faz com que realize uma limpeza completa, mesmo em condições severas. Confira algumas das suas principais características.

Case de sucesso: como o agronegócio ganhou performance com PETRONAS Hydraulic 68
  • Estabilidade térmica: as cargas elevadas aumentam consideravelmente a temperatura durante a operação, o que leva à oxidação prematura do lubrificante. O PETRONAS Gear MEP foi desenvolvido para se manter estável em sistemas que operem a até 110 °C. Consequentemente, o tempo de intervalo de troca do fluido aumenta significativamente.
  • Proteção antidesgaste: talvez, esse seja um dos aditivos mais importantes para a mineração. Com os equipamentos submetidos às altas cargas e uso severo, o desgaste das peças é grande, o que pode levar às paradas não programadas e inatividade das máquinas.
  • Compatibilidade com selos e elastômeros: isso contribui na prevenção de vazamentos do fluido e, também, evita a contaminação do lubrificante por detritos dos elementos vedantes.
  • Resistência à formação de verniz: realiza uma limpeza completa, que mantém as engrenagens livres dos depósitos de borra.
  • Efeito anticorrosivo: a corrosão dos metais é um problema comum aos equipamentos expostos às condições externas. Ao proteger contra esse fenômeno, o PETRONAS Gear MEP contribui significativamente para o aumento da vida útil dos ativos.

Todos esses aspectos tornam esse lubrificante uma boa opção para as máquinas da atividade mineradora. Logo a seguir, você conhecerá o case de uma mineradora que percebeu mudanças significativas após o uso do PETRONAS Gear MEP. Clique aqui e acesse a ficha completa do produto.

Case: como o PETRONAS Gear MEP manteve a atividade de britadores por 2.400 horas ininterruptas

Neste case, a PETRONAS atuou lado a lado com uma das maiores mineradoras do Brasil em busca do melhor lubrificante para os britadores utilizados nas suas operações. A empresa atua nos setores de pedreira, usina de asfalto e construção, e produz mais de 70.000 toneladas de rocha triturada mensalmente. O desafio, claro, era manter a atividade em sua máxima eficiência, sem que, para isso, a vida útil dos equipamentos fosse comprometida. Mas como manter  protegido do desgaste um ativo que opera sob altas cargas, exposto à poeira e altas temperaturas?

Em uma mineradora de grande porte, os britadores são ainda mais exigidos, só sendo parados para as manutenções e troca de óleo. Essa condição extrema leva à oxidação do lubrificante utilizado, fazendo com que perca suas características e tenha um aumento de viscosidade.

A equipe técnica da PETRONAS avaliou, então, esses equipamentos e seus principais pontos de lubrificação. Também houve atenção quanto à programação de paradas para manutenção, que precisava seguir o cronograma para não prejudicar as operações. Após esse estudo preliminar, foi proposto ao cliente um teste de 2.400 horas com o PETRONAS Gear MEP 200 nas caixas de velocidade de 3 britadores, simultaneamente. 

Ao fim desse período, amostras do lubrificante foram retiradas dos ativos e levadas para análise. No laboratório, foi constatado que o PETRONAS Gear MEP ainda preservava suas características, atendendo a todos os requisitos de desempenho. Nos britadores, foi possível observar a melhora no desempenho e produtividade, uma vez que as paradas não programadas foram abolidas.

Mais que contar com lubrificantes e graxas de qualidade reconhecida mundialmente, os clientes PETRONAS têm à disposição um laboratório de ponta. Nele são feitas análises e ensaios que simulam as condições de operação dos equipamentos, permitindo o estudo da melhor solução. Além disso, a assistência técnica em lubrificação garante o acompanhamento que esses ativos precisam. Confira a entrevista com o Engenheiro Sênior da Vale e saiba como esse relacionamento pode se mostrar uma parceria estratégica para o seu negócio.

Você também vai gostar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
0 %