Estratégias de Custos

Aluguel de máquina agrícola: opção para quem quer economizar

Adquirir um equipamento para o trabalho no campo implica muitos outros custos além do valor de compra. Fora os valores fixos, como a depreciação, gastos variáveis também podem pesar no bolso do produtor. Por esses motivos, o aluguel de máquinas agrícolas tem se tornado uma boa opção para quem quer economizar e reduzir os custos de produção. Todavia, será que esta é uma saída válida para todas as lavouras?

É claro que não é possível cravar uma resposta única ― e desconfie de quem fizer isso ―, afinal, esta é uma decisão que deve englobar diversos aspectos do negócio. Este artigo traz informações que darão base para que você, gestor, determine qual a melhor solução. Acompanhe e conheça os detalhes.

Como o aluguel de máquinas agrícolas impacta nos custos da lavoura

Uma característica intrínseca ao agronegócio é a sazonalidade. Ainda que a “safrinha” seja uma forma de manter a produtividade ao longo do ano, o fato é que mesmo nesses meses, muitas máquinas ficam ociosas. Este momento é o ideal para que elas sejam encaminhadas às rotinas de manutenção e estejam prontas para o uso na próxima safra. Entretanto, este cuidado gera despesas, muitas vezes, altas para quem lida com um mercado impactado pela crise.

Os abrigos, onde as máquinas ficam protegidas das condições externas, são um bom exemplo dos custos que incidem sobre a propriedade desses equipamentos. Estima-se que até 2% do valor de aquisição do maquinário seja gasto na manutenção desses locais, anualmente. Os seguros, por sua vez, são responsáveis por absorver de 0,75% a 3% do preço de aquisição por ano. Esses são apenas alguns exemplos de gastos fixos que são eliminados quando é feito o aluguel de máquinas agrícolas.

De todo modo, os custos variáveis também podem ser reduzidos ao se escolher essa opção. Dentre os mais expressivos, podemos citar os que incidem sobre a manutenção, tanto preventivas quanto corretivas, e sobre a mão de obra necessária para realizar esses serviços.

Saiba quando o aluguel de máquinas é uma boa ideia para o produtor

Essa modalidade não é nova para o produtor brasileiro. Mas, desde 2014, a compra do maquinário ficou mais fácil e, agora, muitos se perguntam se devem continuar investindo na aquisição ou no aluguel sazonal de equipamentos pesados. O aspecto financeiro ainda é o principal decisor nessa questão. Visto as dificuldades enfrentadas pelo segmento diante de oscilações do mercado, como a queda do preço do barril de petróleo e a crise sanitária em 2020, provocada pelo avanço do novo coronavírus, muitos produtores têm visto na redução de custos uma forma de manter a lucratividade da safra.

O aluguel de máquinas agrícolas também é bastante comum nos casos onde as manutenções não foram seguidas à risca e deu-se o colapso do ativo durante o trabalho. Neste caso, é possível locar um equipamento para substituir e diminuir os atrasos na produção, ocasionados pela quebra. 

Embora seja uma saída de emergência válida, é, também, um sinal de alerta: neste caso, os gastos estão aumentando, considerando o conserto necessário somado ao aluguel de outra máquina. Outra opção é quando os equipamentos de propriedade do produtor não irão dar conta da demanda da safra ou são necessárias mais máquinas para garantir a qualidade da colheita.

Caso de sucesso: Como uma mineradora do Vale do Jequitinhonha otimizou suas operações com PETRONAS Hydraulic

Entenda como funciona o aluguel de máquinas agrícolas

A ociosidade dos equipamentos acarreta custos para os produtores e esse sempre foi um grande gargalo financeiro no agronegócio. A profissionalização do campo, com novas gerações de produtores tomando a frente dos negócios, tem feito com que, cada vez mais, propriedades passassem a questionar as despesas de adquirir seus próprios ativos. Enquanto os mais velhos gostam da segurança de contar com as próprias máquinas, os mais jovens veem no compartilhamento uma ótima estratégia na redução dos custos.

Essa mudança na visão proporcionou a chegada de novos serviços para o aluguel de máquinas agrícolas. Chamadas de “Uber do agronegócio”, algumas startups já fazem a ligação entre aqueles que têm equipamentos disponíveis e os que precisam locá-los. Essas empresas também investem na formalização deste negócio que movimenta milhões e, até então, era feito à revelia ― muitas vezes, nem contrato era feito entre as partes.

Ao locar uma máquina, o produtor transfere para outra empresa, esta, sim, especializada, todos os cuidados e custos que um equipamento pesado despende. A manutenção, por exemplo, é feita pelo locador, assim, incidem sobre ele as despesas decorrentes da ociosidade, depreciação e armazenagem, quando não estiver sendo usada.

Aluguel de máquinas: um aliado da agricultura de precisão

Os recursos economizados com a aquisição de máquinas pode ser otimizado para outros avanços. Com a chegada da Indústria 4.0 no campo, muitas inovações estão à disposição para otimizar a lavoura e ancorar a tomada de decisões. Um exemplo comum é a utilização de drones para a aplicação de defensivos agrícolas.

Mas as inovações não param por aí. Sensores já ajudam a medir a temperatura do solo, a umidade do ar, informar com exatidão as condições meteorológicas e determinar quando a terra deve ser irrigada, informações essas que, antes, jamais seriam obtidas. O sistema GNSS, que já vem de fábrica nas máquinas mais modernas, encontra pontos de calor nos talhões e cria mapas que identificam as diferenças que existem em cada pedaço de solo da lavoura.

Para conhecer mais sobre as tecnologias que já estão disponíveis para o agronegócio brasileiro e como implementá-las na sua lavoura, confira o material Agricultura de precisão: Indústria 4.0 no campo.

Saber onde alocar os recursos disponíveis, pode ser muito mais interessante para o negócio que apenas economizá-los. O aluguel de máquinas é um bom ponto de partida, uma vez que reduz significativamente uma série de gastos e possibilita ao produtor dar atenção a setores mais estratégicos.Agora que você já sabe quais as vantagens do aluguel de máquinas agrícolas, entenda como a manutenção eficiente dos seus ativos podem ser um diferencial competitivo. Em caso de dúvidas, entre em contato com a PETRONAS.

Você também vai gostar

2 Comentários

  1. Ola
    Tenho projetos para a utilização de sistemas de controle automatizados para a aplicação de defensivos agricolas para a linha ferroviaria, faço um trabalho para a empresa rumo logistica, nas malhas sul e norte, preciso apresentar projetos para outras companhias, podem me ajudar.

    1. Olá Wagno, tudo bem?!
      Passamos seu contato para a PETRONAS e eles vão entrar em contato com você em breve para mais detalhes.
      Fique de olho no seu e-mail.

      Obrigado pelo interesse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
0 %